cera de ouvido

Cera de ouvido: entenda por que não é bom tirar

Retirar a cera de ouvido nem sempre é uma escolha saudável. Isso acontece por um motivo simples: essa é uma proteção natural gerada pelo corpo. Quando decidimos retirar a tal “sujeira” com o cotonete, o prejuízo pode ser ainda maior.

A cera de ouvido, também conhecida como cerúmen ou cerume, é produzida pelas glândulas sebáceas, localizadas na região mais externa do canal auditivo. Ela tem a função de limpar, lubrificar e proteger, atuando principalmente como uma barreira contra impurezas e corpos estranhos. Devido à cor escurecida e ao aspecto pegajoso, é normal que a primeira reação quando o cerume se torna aparente seja retirá-lo, quase sempre com o cotonete. Porém, saiba que, na maioria das vezes, o próprio corpo expele a cera, quando produzida de modo excessivo.

Além do mais, retirar a cera com o cotonete agride a região do canal auditivo, causando uma série de riscos à saúde, como veremos a seguir. Esperamos que você se convença da importância de manter essa proteção natural do sistema auditivo. Acompanhe!

Proteção contra infecções no canal auditivo

Retirar a cera de ouvido diminui uma proteção natural do corpo contra a ação bacteriana e fúngica. Vale lembrar que o canal auditivo pode ser comparado à região bucal, pois ambos apresentam micro-organismos bons e ruins para o funcionamento do corpo. Portanto, tentar limpar totalmente o ouvido, assim como escovar excessivamente os dentes, faz mal à saúde.

Eliminar a cera localizada na parte interna do ouvido deixa a região desprotegida contra corpos estranhos, poeira, bactérias e fungos. Isso aumenta o risco de infecções dolorosas que precisam de acompanhamento médico e do uso de antibióticos para serem tratadas.

Powered by Rock Convert

Prevenção a doenças graves

O ouvido é uma região sensível do corpo que exige certos cuidados para não se tornar o início de problemas sérios de saúde. Uma das precauções é conservar o cerume no interior do ouvido enão tentar remover com qualquer objeto, como o cotonete.

Além da infecção (otite externa), que causa inflamação e até obstruções, a cera ajuda a prevenir doenças, como a irritação da pele (eczema)no meato acústico externo.

Evitamento de dor e coceira no canal auditivo

O aspecto oleoso da cera não é por acaso, já que ela é um composto rico em gordura e descamação de pele. Essa característica a torna extremamente importante não só para proteger o ouvido de micro-organismos, mas também para impedir o ressecamento do interior da cavidade.

Sem essa proteção, a região fica bastante seca, o que gera uma sensação incômoda de dor e coceira.

Os otorrinolaringologistas recomendam, no lugar de usar o cotonete, alguns métodos para retirar o excesso de cera de ouvido (o excesso é a parte que tende a ficar mais aparente na região externa). Por exemplo, usar óleos para bebês, recorrer à limpeza profissional com um otorrinolaringologista ou simplesmente enrolar uma toalha seca no dedo após o banho e passá-la levemente no ouvido.

Os cuidados com a audição não terminam por aqui. Continue a visita ao nosso blog, agora, para entender quais são os 7 principais sinais de surdez.

Sem comentários
Publicar um comentário
Name
E-mail
Website