FALTAM R$ 199 PARA O FRETE GRÁTIS

Para saber como funciona o ouvido, é preciso, primeiro, entender o que é o som. Ele é produzido pela vibração de um objeto em uma matéria, que provoca um movimento de partículas na atmosfera. Essas, por sua vez, movem outras ao redor delas e transportam a vibração pelo ar por meio de ondas sonoras.

O ouvido recebe e codifica essas ondas transformando-as em informações elétricas que são enviadas para o cérebro. O ouvido é um órgão capaz de perceber desde sons quase imperceptíveis até os muito fortes, diferenciar intensidades (volumes) e a distância, identificando, ainda, a direção de uma fonte sonora com exatidão.

Neste artigo, vamos comentar sobre o funcionamento do ouvido, abordando as suas estruturas, as funções de cada parte integrante e os cuidados que devem ser observados para manter uma audição saudável e evitar agravamentos das deficiências já instaladas. Continue a leitura para saber mais!

Como funciona o ouvido?

O ouvido é composto por estruturas denominadas: ouvido externo, ouvido médio e o ouvido interno – o som é decodificado e interpretado por uma região denominada córtex auditivo, dessa forma, ocorre a sensação de audição.

O sistema auditivo também atua no equilíbrio. Para que o som seja ouvido e interpretado pelo cérebro, ele faz o seguinte percurso:

  • o som, após atingir a orelha, é encaminhado para dentro do canal auditivo, local onde está localizado o tímpano (membrana timpânica).
  • o som provoca uma vibração no tímpano, que, por sua vez, repassa-a para três ossículos (martelo, bigorna e estribo), que a amplificam em até 22 vezes. Isso permite que o ouvido tenha capacidade de perceber sons de intensidades muito baixas.
  • as ondas sonoras alcançam o ouvido interno (cóclea) e estimulam células nervosas que enviam, por meio do nervo auditivo, os sinais ao cérebro para que ocorra a percepção do som.

Ouvido externo

Localiza-se na parte externa da orelha, que é a estrutura visível do ouvido. O ouvido externo é composto pelo pavilhão auricular e pelo canal auditivo, e tem como  função captar as ondas sonoras e enviá-las à membrana timpânica.

É no canal auditivo que é produzida a cera de ouvido, com funções essenciais para a nossa saúde. Embora seja considerada indesejável, ela protege o ouvido da ação de corpos estranhos e da água, evitando que entrem em contato com a parte interna e prejudiquem estruturas fundamentais do aparelho auditivo.

Dessa forma, é importante não utilizar cotonetes na parte interna dos ouvidos, já que há um risco de empurrar a cera para o fundo do canal auditivo e, assim, atingir o tímpano. Ela não precisa ser retirada, pois o ouvido tem um sistema de autolimpeza, eliminando naturalmente os excessos.

Ouvido médio

O ouvido médio é um espaço cheio de ar e separado da parte externa pelo tímpano, conectando-se com a garganta por meio da tuba auditiva (trompa de Eustáquio). Ele é composto por 3 ossículos que formam uma ponte entre o tímpano e o ouvido interno. Ao vibrar em resposta aos movimentos do tímpano, os ossículos amplificam e conduzem o som ao ouvido interno, para a  cóclea.

O tímpano é um pequeno pedaço de pele fina, em formato de cone, com 10 milímetros de largura e localiza-se entre o canal auditivo externo e o ouvido médio.

Essa pequena camada de pele funciona como um diafragma. As compressões e rarefações da onda sonora empurram a membrana para frente e para trás, fazendo-a vibrar. A sua função é a de transmitir o som do ar aos ossículos no ouvido médio, que, em seguida, irão transmitir para a cóclea..

Ouvido interno

O ouvido interno é composto pela cóclea, uma estrutura com formato de caracol, e pelo labirinto, com três canais semicirculares. A cóclea é a parte essencial do sistema auditivo. Ela é formada por mais de 15.000 células ciliadas, que vibram de acordo com o som.

Quando os ossículos (martelo, bigorna e estribo) conduzem o som até essa região, o líquido da cóclea move-se e estimula as células nervosas que,por meio dos nervos auditivos, enviarão impulsos elétricos nervosos em direção ao cérebro, para que os sons sejam interpretados.

Quais as formas de prevenção e os cuidados essenciais com os ouvidos?

Os ouvidos são órgãos muito sensíveis, que, além de permitirem o sentido da audição, são responsáveis pelo equilíbrio do corpo. Dessa forma, é essencial protegê-los, pois, com o envelhecimento natural, eles sofrem uma perda na capacidade funcional, que provoca perdas auditivas.

Para preveni-las e manter a saúde do órgão, alguns cuidados devem ser tomados ao longo da vida, como:

  • utilizar proteção auricular em locais com sons muito altos;
  • fazer exame de audiometria anualmente — especialmente as pessoas que trabalham em ambientes com poluição sonora;
  • não utilizar cotonetes na região interna do ouvido — para evitar que o cerume seja empurrado para a parte interna ou que haja perfuração do tímpano;
  • não retirar a cera dos ouvidos — ela é importante para proteger de agentes externos e infecções;
  • consultar um profissional habilitado periodicamente;
  • evitar volumes altos no fone de ouvido — o aconselhável é um som de 85 dB por, no máximo, 45 minutos;

Além desses cuidados, é importante consultar periodicamente um otorrinolaringologista e um fonoaudiólogo quando perceber qualquer alteração na audição. A utilização de aparelho auditivo é outra forma de cuidar da saúde auditiva, já que o dispositivo evita o agravamento de alterações já existentes na audição e melhora a qualidade de vida dos pacientes.

Conforme verificamos ao longo deste artigo, o ouvido é um órgão essencial para captar os sons e enviá-los ao cérebro. Por ser muito sensível, requer cuidados especiais e exames periódicos para garantir a qualidade da audição e evitar agravamentos de alterações auditivas.

Agende seu teste gratuito!

4 Comentários

  1. jose manuel soares

    Já fiz todos os exames …ressonância do ouvido…ressonância do cérebro. colesterol normal, pressão normal 11:7 e meu ouvido começou a deixar passar sons de dentro do cérebro pra fora (zumbido) o problema está no ouvido o que fazer

    Responder
    • Blog Autor

      Oi, tudo bem?
      Infelizmente não temos o knowhow para ajudar solucionar o seu problema.
      Acreditamos que a melhor escolha seria buscar por um otorrinolaringologista para te auxiliar.

      Responder
  2. Werleymeireles

    Eu tenho 44 anos e moro em uma rua onde passa muitos veículos, principalmente motos . E de um tempo pra cá todas as vezes que passa uma moto da um frio na barriga como se alguém me desse um susto e fico tremendo por alguns segundos. Se eu estiver dormindo e sinto o barulho se aproximando tampo os ouvidos p não me tremer .

    Responder
    • Blog Autor

      Oi, tudo bem?
      Infelizmente não podemos dar uma opinião sobre isso sem um diagnóstico, para solucionar o seu problema, acreditamos que a melhor escolha seria buscar por um otorrinolaringologista para te auxiliar.

      Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Dor de ouvido em idoso: conheça as principais causas! - […] dor de ouvido pode estar associada às sensações de pressão, queimor ou pontadas, além de vermelhidão, […]
  2. 7 causas mais comuns do ouvido entupido | Panorama Farmacêutico - […] O ouvido pode ficar entupido quando há circunstâncias anormais no órgão, como o acúmulo de objetos, água ou cera, bem como…
  3. Conheça agora mesmo 7 causas mais comuns do ouvido entupido | Panorama Farmacêutico - […] O ouvido pode ficar entupido quando há circunstâncias anormais no órgão, como o acúmulo de objetos, água ou cera, bem como…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

M

Onde você está?

Dessa forma você terá acesso aos produtos e serviços da sua região.

M

Localizando...

Unidade mais próxima

Agendar Teste Gratuito
M

Informe seus dados para iniciar seu atendimento.