FALTAM R$ 199 PARA O FRETE GRÁTIS

A perda auditiva pode ser inata ou adquirida. Uma das causas do seu surgimento é o envelhecimento natural do corpo, que pode levar a diminuição progressiva desse sentido. Embora seja uma característica frequente, principalmente nos idosos, há uma preocupação em entender as suas consequências, como a relação da perda auditiva e a depressão.

Esses dois fatores combinados podem levar a inúmeros problemas, afetando principalmente a qualidade de vida. No artigo de hoje vamos falar especialmente sobre esse assunto. Então, se você quer saber mais sobre como a perda auditiva pode levar a depressão, quais os sintomas e sinais de alerta é só continuar a leitura.

A perda auditiva e a depressão

A depressão é uma consequência comum, que costuma atingir muitas pessoas que são acometidas pela perda auditiva. Como sabemos, a audição é um dos cinco sentidos do corpo humano, por isso, pessoas que são acostumadas a ouvir desde sempre podem se sentir perdidas quando a percepção dos sons começa a diminuir.
Além disso, a perda auditiva é mais comum na terceira idade. Essa faixa etária também é mais propensa a ter momentos depressivos, devido às perdas e as grandes mudanças que o envelhecimento traz.
Um ponto importante é que a depressão associada à perda auditiva tende a mandar sinais antes de se instalar completamente. Por isso, para evitar que a depressão atinja quem está passando por esse processo, é necessário que os familiares também estejam atentos aos sintomas e cuidados.

Sinais de alerta

Vergonha da surdez

O primeiro sinal de que algo pode estar errado é a vergonha da surdez. Algumas pessoas sentem-se envergonhadas por não conseguirem ouvir o outro, ou por ter que utilizar aparelho auditivo. A não aceitação da situação deve servir como alerta, pois, a partir disso, muitas barreiras podem surgir.

Dificuldade de comunicação

Outro sintoma frequente que está associado a perda auditiva e a depressão é a dificuldade de comunicação. Pessoas que conversavam e eram compreendidas com facilidade, podem ficar tristes quando necessitam um pouco mais de esforço do ouvinte para serem entendidas.

Estresse

O estresse frequente, principalmente para pessoas que não costumavam estar estressadas ou que não têm motivo aparente para estar, pode ser um forte indício de que a perda auditiva está influenciando na saúde mental. É necessário avaliar de perto a causa do estresse para que ele possa realmente ser considerado como sintoma de depressão causado pela redução da audição.

Isolamento social

O isolamento social é um forte indício de que a pessoa com perda auditiva pode estar desenvolvendo depressão. Ele costuma ser, na realidade, uma consequência da soma de todos os outros fatores. A vergonha e a comunicação prejudicada podem levar ao estresse, e ambos os sintomas tendem a resultar no isolamento social. Por isso, quando há uma mudança de comportamento, principalmente afetando as relações com outras pessoas, é necessário acender a luz vermelha.

Como combater esses sinais?

Ao identificar a depressão decorrente da perda auditiva, é necessário tomar alguns cuidados para que esse quadro não se agrave. Dentre as possibilidades, escolhemos duas importantes ações: o apoio da família e o uso do aparelho auditivo.

Apoio familiar

O suporte familiar é fundamental para que a perda auditiva não leve o paciente a depressão. Os parentes e os amigos mais próximos podem se mostrar solidárias e devem procurar entender o medo e a aflição que a pessoa está sentindo. Já aqueles que estão passando pela situação precisam buscar ajuda e apoio de pessoas queridas, assim, fica mais fácil de superar e manter a depressão afastada.

Aparelho auditivo

Outro cuidado que é extremamente indicado nos casos de perda auditiva, inclusive naquelas leves, é o uso de aparelho auditivo como tratamento. A tecnologia permite que a pessoa consiga retornar a sua vida normal. Por meio do aparelho, o usuário volta a ouvir os sons e consegue entender o que os outros estão falando. Essa funcionalidade melhora a qualidade de vida e evita que a depressão se instale.

Quanto antes for diagnosticada a perda auditiva, mais fácil será a ação de amenizar as consequências. Por isso, esteja atento a todos os sintomas e não deixe de investir no bem-estar, escolhendo bons aparelhos para ajudar na perda auditiva.

Se estiver notando alguma diferença na sua audição, faça uma avaliação gratuita sem compromisso. Agende agora mesmo. A equipe Comunicare está à sua disposição.

2 Comentários

  1. Jorge Luiz

    Bom dia ,o meu problema nao e perda de audiçao e sim zumbido

    Responder
    • Blog Autor

      Oi! Tudo bem?
      Acreditamos que a melhor escolha seria buscar por um otorrinolaringologista para te auxiliar.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

M

Onde você está?

Dessa forma você terá acesso aos produtos e serviços da sua região.

M

Localizando...

Unidade mais próxima

Agendar Teste Gratuito
M

Informe seus dados para iniciar seu atendimento.