quanto tempo dura um aparelho auditivo

Quanto tempo dura um aparelho auditivo da Comunicare e como conservá-lo?

Você sabe quanto tempo dura um aparelho auditivo? A durabilidade dele dependerá muito do cuidado do paciente. Existem casos em que o aparelho durou um ou dois anos, mas também existem outros que chegaram a durar dez anos.

Em média, um aparelho bem cuidado e com as revisões em dia durará em torno de cinco anos tranquilamente — até mais! Mas é claro que isso só é possível se o paciente tomar os cuidados que foram orientados pelo fonoaudiólogo.

Para explicar melhor sobre o assunto, trouxemos a Dra. Cacineli Marion de Francesch, fonoaudióloga e supervisora de treinamentos da Comunicare, a qual nos orientará sobre os procedimentos necessários para aumentar a durabilidade do aparelho auditivo. Acompanhe!

A importância de trocar o aparelho auditivo

Infelizmente, os aparelhos auditivos têm um tempo de vida útil. A partir do momento em que começam a apresentar sinais de que precisam ser trocados, o paciente deve procurar seu fonoaudiólogo para receber as orientações necessárias para a mudança de aparelho.

Isso é importante para garantir que o tratamento realizado não regredirá e, consequentemente, não prejudicará a qualidade de vida do usuário, uma vez que ele voltaria a ter dificuldades para realizar suas atividades pessoais e profissionais por conta da deficiência auditiva.

Os sinais de que está na hora de trocar o aparelho auditivo

Para a Dra. Cacineli, o principal passo para verificar a vida útil do aparelho é olhar dentro da gaveta da pilha. A gaveta da pilha é uma parte muito importante, pois é ela que dá acesso à parte interna do aparelho e, quando a abrimos, precisamos tomar cuidado com o vazamento da pilha dentro desse compartimento.

“Normalmente, uma pilha de má qualidade, que não é própria para aparelho auditivo, é produzida com mercúrio, o qual costuma vazar e danificar o aparelho, fazendo com que a gaveta fique em um tom alaranjado. Quando existem sinais de oxidação, causados pelo suor ou pela umidade, a gaveta começa a ficar esverdeada”, explica a fonoaudióloga.

É importante destacar que, se a gaveta da bateria já está oxidada, provavelmente, a parte interna já tem uma oxidação maior ainda.

Outra medida importante é olhar os sinais de entupimento de cera nos moldes e filtros. Nesse momento, é preciso verificar se a passagem do som não está obstruída. O paciente pode sentir que o som está abafado, se ele não estiver ouvindo direito. Às vezes, a sonda, o tubo ou o filtro estão obstruídos por cera. Por isso, fazer a limpeza é uma etapa que garante a qualidade do som e também a durabilidade do aparelho.

As dicas para conservar o aparelho auditivo da Comunicare

A principal dica para conservar o aparelho auditivo é usar o desumidificador. “Fazendo esse processo todas as noites, a durabilidade do aparelho já será bem maior”, explica a Dra. Cacineli.

Esse procedimento pode ser feito de duas formas:

Powered by Rock Convert
  • por meio da sílica, que é vendida na Comunicare também. O paciente precisa colocá-la em um pote fechado, abrir a gavetinha da pilha e deixar o aparelho passando a noite ali dentro;
  • por meio do desumidificador eletrônico, que é uma opção já mais moderna. Além de tirar a umidade do aparelho, ele também o higieniza. Esse processo leva em torno de 30 minutos.

O objetivo de qualquer um dos dois é tirar a umidade do aparelho e garantir que os contatos internos não oxidem.

Outros cuidados importantes são a limpeza dos moldes e das sondas e a troca de filtros para evitar o entupimento. Essa limpeza precisa ser feita constantemente. Claro que depende da produção de cera de cada paciente, mas, a cada mês, é ideal que seja feita essa higienização.

Guardar o aparelho em um local adequado é um cuidado que sempre deve existir. “Nós sempre orientamos a não deixá-los em locais úmidos. Por exemplo: não deixar dentro do banheiro na hora de tomar banho. Isso é importante. Por isso, recomendamos a sílica e o desumidificador. Tira da orelha e coloca dentro da sílica. Esse é um cuidado que já garante uma proteção maior para os aparelhos”, afirma a fonoaudióloga.

Enviar o aparelho para a revisão anual também é um cuidado indispensável. A Dra. Cacineli esclarece que “a maioria dos nossos aparelhos tem de dois a cinco anos de garantia. Então, durante a garantia, nós orientamos aos pacientes que enviem anualmente seus aparelhos para a revisão das peças. Isso também garante que os aparelhos tenham uma durabilidade maior”.

Os diferenciais do aparelho auditivo da Comunicare

A Dra. Cacineli afirma que “um dos grandes diferenciais que a Comunicare trabalha é que a maioria dos nossos aparelhos são certificados pelo IP68, o que garante que eles sejam resistentes à água e ao suor. Então, eles são mais resistentes, são mais protegidos e blindados contra umidade. Isso possibilita uma durabilidade maior para nossos aparelhos auditivos”.

Além disso, a Comunicare trabalha também com assistência técnica com valores de projeto reparo, o que garante que o paciente não tenha sustos caso precise mandar o aparelho para o conserto. O valor já é predeterminado, dependendo do ano de uso.

Por exemplo: no fim do primeiro ano, após o término da garantia, é um valor; depois, no segundo ano, é outro. Então, o paciente já sabe esses valores no momento em que ele realiza a compra.

Ademais, a grande vantagem desse projeto reparo é que todas as peças que necessitam ser trocadas podem ser substituídas por um aparelho praticamente novo ou até por um circuito todo novo. A Comunicare realiza a troca, e o custo será o mesmo para o paciente, independentemente de quantas peças tenham que ser trocadas.

Isso garante qualidade nos consertos, e o custo para o paciente é muito menor. Nossos serviços de laboratório são de excelência com relação a isso. Sem contar a garantia. Isso porque, dependendo da linha do aparelho auditivo, ele pode ter até cinco anos de garantia, o que é um tempo muito bom e um diferencial importante no mercado.

Agora que você já sabe quanto tempo dura um aparelho auditivo e aprendeu quais são os cuidados essenciais para garantir uma boa manutenção, só precisa ficar atento para identificar, com antecedência, quando o seu aparelho auditivo precisará de um reparo ou, até mesmo de uma troca.

Quer ter acesso a profissionais competentes e que realmente o ajudarão a superar o seu problema com a deficiência auditiva? Entre em contato com a Comunicare agora mesmo e saiba o que podemos fazer por você!

2 Comentários
  • Maria Heloisa Audrá

    Boa tarde
    Tenho zumbido

    12:11
    reply
Publicar um comentário
Name
E-mail
Website