Sintomas de perda auditiva

Os principais sintomas de perda auditiva. Indícios que podem ajudar a descobrir se possui deficiência auditiva. Dicas para saber como identificar a surdez. Saiba o que fazer para ouvir bem.

audiograma, fonoaudiólogo, fonoaudióloga

Na maioria das vezes, a perda auditiva inicia-se de maneira gradual e de modo que a pessoa geralmente não percebe que está com perda auditiva. Então saiba os sintomas de perda auditiva mais comuns. Aqui listamos os principais sinais de alerta que irão ajudá-lo a determinar qual tipo de perda auditiva é apresentada.

Quando o assunto é saúde auditiva, é comum ouvir comentários como este: “fiz um exame há algum tempo, que acusou uma perda auditiva leve, mas, como não me atrapalha muito, não fui ainda em busca de tratamento”. Então as pessoas se perguntas “Quando, afinal, é preciso usar aparelho auditivo?”

De acordo com a fonoaudióloga Vanessa Gardini, por exemplo. “É comum as pessoas deixarem para procurar por ajuda quando o problema piora. Mas a própria negligência é uma maneira de agravar o quadro”, pontua.

Como diagnosticar a perda auditiva

Segundo a especialista, mesmo quando a perda auditiva aparentemente não incomoda, a indicação para a utilização do dispositivo deve ser feita com base nos exames de diagnóstico. Após o paciente identificar os sintomas de perda auditiva, o exame de audiometria feita pelos fonoaudiólogos da Comunicare é essencial para verificar se você possui de fato perda auditiva. “A audiometria é fundamental para descobrir a intensidade e em quais frequências a perda ocorre. Com estas informações em mãos, o fonoaudiólogo consegue entender o que está acontecendo de errado com a audição”, explica a especialista. “Alguns tipos de perda auditiva são temporárias, como as causadas durante infecções. Desta forma, com o tratamento do problema, a perda costuma ser revertida, dispensando a necessidade de usar os dispositivos amplificadores. Contudo, quando a deficiência é irreversível, como as causadas pelo avanço da idade, exposição excessiva a ruídos elevados, acidentes e infecções tratadas inadequadamente, aí, sim, é indicada a reabilitação com aparelhos”, afirma.

A especialista enfatiza que a falta de cuidados com a audição é o principal fator que leva à necessidade de utilizar aparelhos auditivos. “Mesmo com todos os transtornos causados pela perda auditiva não tratada, não é muito comum que as pessoas busquem espontaneamente o fonoaudiólogo para exames preventivos. Por isso, é preciso se conscientizar e ficar atento aos sinais de possíveis alterações na audição.”

Principais sintomas da deficiência auditiva

A lista abaixo ajudará você a identificar se possui indícios de deficiência auditiva.

seta As pessoas aparentam murmurar com mais frequência;

seta Você ouve, mas tem problemas em entender;

seta Por vezes você pede para que as pessoas repitam o que disseram;

seta Conversas ao telefone são mais difíceis;

seta Você não consegue ouvir sons cotidianos como a torneira pingando ou o tic-tac do relógio;

seta É difícil ouvir sem observar o rosto de quem fala;

seta Você é avisado que fala muito alto;

seta As pessoas dizem que você ouve rádio e TV muito alto;

seta Há algo soando ou zumbindo em seu ouvido;

seta Conversas são difíceis em um grupo muito grande;

seta Você tem problemas de acompanhar conversas com mais de duas pessoas;

seta Você sente dificuldades para ouvir em lugares muito cheios como restaurantes e shoppings;

seta Você passa muito tempo ouvindo apenas crianças e mulheres.

Se você concorda com algum dos itens da lista, é possível que tenha algum dos tipos de perda auditiva.

Fontes: http://www.siemens.com.br/audiologia
http://deficienciaauditiva.com.br/

Digite seu e-mail para receber as melhores dicas sobre
reabilitação auditiva, zumbido e aparelhos auditivos.


Agende seu teste gratuito

Agende seu teste gratuito

Informe seus dados que entraremos em contato com você!