surdez súbita

Saiba agora mesmo o que é surdez súbita e como acontece

A surdez súbita é a perda repentina da audição ou a piora abrupta de uma alteração auditiva preexistente. A sua ocorrência é maior em pessoas com mais de 40 anos e pode acontecer em apenas um dos ouvidos ou em ambos.

Geralmente, há uma recuperação espontânea em 15 dias. Entretanto, as probabilidades de melhora são menores para pacientes que apresentam uma perda de audição severa acompanhada de vertigem. A idade também é um fator preponderante — quanto mais jovem, maior a possibilidade de uma recuperação completa.

Neste artigo, comentamos sobre os principais sintomas da perda súbita da audição, bem como sobre as suas causas e os tratamentos adotados. Continue lendo para saber mais!

Sintomas da surdez súbita

Os sintomas podem ser diferentes e dependem das causas da surdez súbita. Em geral, ela é percebida por uma redução na audição, por vertigens (falsas sensações de movimentos) e zumbidos, além de uma sensação de pressão nos ouvidos, como se eles estivessem obstruídos.

Em média, 70% dos casos apresentam, como principais sintomas, os zumbidos que podem persistir por um longo período, e 30%, as vertigens, que geralmente reduzem com o tempo.

Causas da perda súbita da audição

A surdez súbita pode ser provocada por diversos fatores, como doenças, medicamentos, infecções, inflamações, atividades físicas intensas e mudanças de pressão.

Veja, a seguir, o detalhamento das principais causas dessa alteração!

Doenças

A alteração na audição pode acontecer na presença de doenças virais, como gripes, caxumba, parotidite, sarampo, mononucleose, entre outras. Ela também pode ser provocada por doenças autoimunes ou infecciosas, como a sífilis ou a doença de Lyme, que correspondem, em média, a 10 a 15% dos casos.

Além dessas causas, a perda auditiva súbita pode advir de um tumor no nervo auditivo (neuroma acústico), esclerose múltipla, doença de Ménière, ou, ainda, por um pequeno derrame no centro de equilíbrio do cérebro (cerebelo).

Powered by Rock Convert

Medicamentos

Alguns tipos de medicamentos podem ser ototóxicos, ou seja, apresentarem efeitos colaterais que induzem às lesões nos ouvidos, especialmente quando há superdosagem.

Os fármacos com maior potencial para essas reações incluem:

  • antibióticos — amicacina, canamicina, estreptomicina, tobramicina, gentamicina, neomicina e vancomicina;
  • anti-inflamatórios — Diclofenaco, Etodolaco, Fenoprofen, Ibuprofeno, Indometacina, Naproxeno, Piroxicam e Inflamene;
  • quimioterápicos — cisplatina;
  • diuréticos — furosemida, ácido etacrínico, bumetanida e torasemida;
  • remédios para dor e febre — aspirina.

É importante observar que a toxicidade dos medicamentos se relaciona diretamente com a dose e o período de uso. Dessa forma, o dano auditivo pode ser temporário, porém, quando há um uso contínuo do remédio, há uma perda permanente da audição pelo acúmulo da droga no organismo.

Infecções

Várias infecções, como a meningite bacteriana, a doença de Lyme (bactéria transmitida pela picada de carrapato) e as virais (caxumba e encefalite por herpes simples), causam a perda auditiva súbita, imediatamente ou durante a doença.

Atividades físicas intensas

As atividades físicas, como o levantamento de pesos e o mergulho, podem provocar uma fístula (buraco) entre o ouvido médio e o interno. Em alguns casos, essa alteração é congênita, podendo tornar a pessoa mais suscetível à perda súbita da audição quando ocorre lesão na cabeça ou em situações de mudanças de pressão.

Tratamento

Aos primeiros sinais de surdez súbita, é fundamental a consulta urgente com um otorrinolaringologista, tendo em vista que, após 48 horas do início dos sintomas, as probabilidades de reversão ficam reduzidas.

O tipo de tratamento depende das causas, mas, em geral, são realizados exames clínicos e de audiometria. Em alguns casos, são prescritos medicamentos para inflamações ou infecções.

Para os casos mais severos, quando a medicação não consegue melhorar ou reverter o quadro, é indicado o uso de aparelhos auditivos que restauram parte da audição.

Como verificamos, a surdez súbita é uma redução repentina da audição que pode ser causada por diferentes fatores e apresentar uma melhora espontânea ou ser persistente. Nesse sentido, ao perceber qualquer alteração na audição, é de fundamental importância buscar ajuda de um otorrinolaringologista para um correto diagnóstico e um tratamento.

Agora que você já sabe o que é surdez súbita, leia também o artigo que explica sobre os principais direitos e benefícios do deficiente auditivo para saber como garantir uma melhor qualidade de vida.

Sem comentários
Publicar um comentário
Name
E-mail
Website