idosos conversando

Zumbido no ouvido: conheça as causas e saiba como tratar

Problemas no ouvido muitas vezes acabam causando outros problemas, como dores de cabeça, falta de concentração, ansiedade, estresse, insônia, tonturas, entre outros fatores. Alguns problemas no canal auditivo que podem causar essa avalanche de sintomas são dores, coceiras, doenças e zumbidos.

Hoje, falaremos do zumbido no ouvido, um problema infelizmente muito comum e que pode ter diversas causas. Um estudo mostra que cerca de 15% da população mundial, sendo em maioria idosos (33% deles) são diagnosticados com zumbido.

É comum também que haja perda auditiva acompanhada do zumbido (embora haja um grupo onde há o zumbido mesmo sem a perda da audição).

Ele se caracteriza por ser um som que pode ter diferentes frequências e tipos. Ele pode ser ouvido e até sentido pelo canal auditivo (com a comum sensação de que o ouvido está entupido) e pela mente, causando um enorme desconforto e atrapalhando o cotidiano.

As causas podem ter origem no ambiente externo ou interno, tratando-se de um problema maior de saúde do paciente. Por isso, é preciso saber o motivo da condição e tratar tanto esse problema como a sua origem.

Veja, a seguir, algumas causas para o zumbido no ouvido e também soluções para se livrar desse problema!

Quais são as causas de zumbido no ouvido?

Exposição a ruídos

Quem mora ou trabalha com a exposição a ruídos pode sofrer com danos causados por eles. Em indústrias, a prevenção deve ser obrigatória por norma da segurança de trabalho. Cada máquina deve ter seu nível de ruído medido e controlado e os colaboradores devem usar proteção.

Porém, quando se mora ou trabalha perto de indústrias com ruídos, essa proteção é anulada e a audição tem o canal auditivo fragilizado por uma frequência vibratória constante.

O mesmo pode ocorrer com pessoas que se expõem a ruídos por lazer, como ouvir música muito alta em fones de ouvido por muito tempo, ou, ainda, frequentar festas com música extremamente alta com muita frequência, embora possa ocorrer esse incômodo logo após uma festa comum.

Acúmulo de cera

A limpeza do ouvido nem sempre está inclusa na rotina de higiene de muitas pessoas por puro esquecimento. No entanto, a cera acumulada pode causar infecção no canal e provocar dores, coceira, problemas de audição e zumbido — isso porque se torna uma espécie de corpo que machuca as células auditivas.

Somente a limpeza em casa não basta. Em casa, nunca é recomendável limpar as partes mais profundas do ouvido. É preciso fazer uma intervenção médica também. A retirada de cera em consultório de um otorrinolaringologista é feita com uma lavagem segura para desobstrução do canal.

Perda de audição com a idade

O zumbido no ouvido tem como uma das causas mais comuns a chegada de uma idade mais avançada. Ele pode não apenas estar relacionado com uma natural danificação das células auditivas por conta da idade, mas ser também mais um sintoma de que há uma falta de regulação no organismo.

Além do tratamento e acompanhamento do zumbido e da perda auditiva, é preciso que pessoas idosas façam checkup médico para saber se essa perda pode estar relacionada a mais alguma outra doença.

Diabetes

A diabetes é uma doença muito silenciosa, que pode passar anos sem se manifestar e tem diferentes sintomas e níveis desses sintomas em cada pessoa. O zumbido no ouvido e a perda auditiva são alguns desses sintomas nas pessoas que sofrem com a condição e não sabem ainda da sua existência.

A insulina em um ponto alto pode danificar os estímulos entre o canal auditivo e o cérebro. Medir o nível de diabetes deve ser comum a partir da vida adulta, independentemente da idade. Essa frequência de medição deve ser maior quando não há bons hábitos de saúde e quando há histórico da doença na família.

Powered by Rock Convert

Síndrome de Ménière

A síndrome de Ménière é um aumento de pressão de um líquido interno no labirinto. Ela é diagnosticada clinicamente e tem como sintomas vertigem, zumbido, tontura, perda de audição e a sensação de ouvido entupido. Pode acontecer de somente o zumbido ser perceptível em primeiro momento para o paciente — por isso também a importância de procurar um especialista o mais rápido possível.

Os sintomas dessa síndrome podem não durar mais que alguns minutos, horas ou dias. Ainda assim, esses sintomas não podem ser negligenciados, pois afetam a segurança das pessoas, já que interfere no senso espacial delas.

Quais os tratamentos indicados para quem sofre de zumbido no ouvido?

Conviver com o zumbido e esperar que ele passe sozinho, não é recomendável. É necessária uma consulta auditiva para diagnosticar a causa, a situação do canal e fazer acompanhamento com um otorrinolaringologista e também com outros especialistas, dependendo dos motivos para o zumbido.

A Comunicare tem algumas soluções para aliviar ou mesmo curar o zumbido no ouvido, que são:

·        cartões de som para gerador de som;

·        gerador de som bluetooth BST-100;

·        gerador de som modelo S-550-05;

·        gerador de som modelo S-650-05;

·        travesseiro com alto-falante.

Esses produtos são próprios para uma terapia auditiva. Eles trabalham amplificando ou não os sons dos ambientes para tirar o foco do paciente do zumbido. Tirando o foco, o cérebro vai ter uma sensação de mais alívio, trazendo mais conforto, menos ansiedade e menos estresse — que, como vimos, podem piorar a situação do paciente.

O gerador de som por bluetooth é próprio para bloquear a exposição de ruídos em um ambiente residencial. Ele não só ajuda no tratamento do zumbido, melhorando as condições para dormir, mas também atua como uma forma de prevenção e mesmo de bloqueio de barulhos externos para um melhor conforto para ler, trabalhar ou estudar.

O travesseiro com alto-falante também é um produto tecnológico que, além de fazer uma terapia para o zumbido, traz a terapia musical aliada ao propósito de dormir bem. Isso sem danificar mais ainda o canal auditivo, devido à sua frequência controlada.

Não basta apenas ter a segurança de bons profissionais especialistas nas consultas e tratamentos. Também é preciso procurar empresas de aparelhos auditivos para tratar o zumbido no ouvido com eficácia e qualidade. Esses aparelhos devem ter uma vida útil de excelência para garantir a segurança do paciente e a integridade de sua audição.

Ademais, para uma maior eficácia no tratamento do zumbido no ouvido, um descanso longe da causa dele pode ser de grande ajuda para a redução também do estresse de saber que está diante dessa fonte.

Quer receber mais dicas para manter sua saúde e bem-estar? Então, assine a nossa newsletter!

Sem comentários
Publicar um comentário
Name
E-mail
Website