Pressão no ouvido

A pressão no ouvido pode acontecer por diferentes motivos, dentre eles a mudança na pressão atmosférica. Nesses casos, sentimos a pressão sempre que mudamos de altitude ou mergulhamos abaixo do nível do mar.

Apesar de causar um incômodo, a pressão no ouvido é uma consequência comum e esperada quando subimos para um lugar alto. Se você tem interesse em saber mais sobre este assunto, este post é para você.

Confira a seguir o que a altitude provoca nos ouvidos, como aliviar a pressão, como prevenir esse fenômeno e quais são os riscos.

O que a altitude provoca nos ouvidos?

Quando mudamos de altitude (subimos para pontos mais altos ou descemos), acontece um fenômeno chamado de autofonia, também conhecido como ouvido abafado ou entupido. Ele causa uma sensação de pressão no ouvido, trazendo alguns desconfortos.

Se você está se perguntando o porquê isso acontece, vamos explicar agora. Quando mudamos de altitude precisamos que a pressão na parte média do ouvido fique igual à da parte externa. Essa ação não acontece imediatamente e, como resultado, temos a pressão no ouvido e a sensação de que ele está abafado.

Como aliviar a pressão nos ouvidos decorrente da altitude?

Pressão no ouvido na altitude

Apesar de ser bastante desconfortável, há algumas ações que podem ser feitas para ajudar a aliviar a pressão nos ouvidos ocasionada pela altitude. Anote aí:

  • Mascar chiclete;
  • Fazer movimentos abrindo bem a boca e fechando;
  • Bocejar;
  • Realizar a manobra de Valsalva (fechar a boca e apertar o nariz para sair o ar).

O que fazer para prevenir essa pressão nos ouvidos?

Uma das formas de prevenir a pressão nos ouvidos é evitar mudar de altitude (subir a serra, voar de avião, mergulhar, etc.) quando estiver com algum problema que afete o canal auditivo ou as vias respiratórias. Alguns exemplos são: alergia, otite, gripe, sinusite, nariz entupido, dentre outros.

Além de evitar as mudanças de altitude com algum dos problemas citados acima, você também pode se preparar levando alimentos para o trajeto. A mastigação e deglutição é uma das formas de amenizar a pressão nos ouvidos. Ela permite a entrada do ar de forma natural, relaxando o tímpano e diminuindo a sensação de ouvido abafado.

Quais são os riscos?

Apesar de a pressão no ouvido normalmente desaparecer quando voltamos para uma altitude mais próxima ao nível do mar, em alguns casos há riscos maiores, principalmente quando se está como alguma condição que bloqueie a tuba auditiva.

Como vimos, situações em que há comprometimento das vias respiratórias, podem gerar um entupimento da tuba auditiva, que é o canal que liga o ouvido ao nariz. Como ela é estreita, é fácil acontecer um bloqueio, impedindo o organismo de compensar a pressão interna e equilibrar com a do meio exterior.

Além da pressão no ouvido, o resultado desse entupimento pode ser uma lesão no tímpano, que pode nos levar a uma perda auditiva temporária. É interessante saber também que quando temos lesões provenientes da variação de altitude, elas são chamadas de barotrauma.

Nosso corpo se adapta a diferentes condições climáticas, de altitude e de pressão atmosférica. Apesar disso, há algumas variações que demandam um tempo maior de ajuste, podendo levar a pressão no ouvido e desconfortos momentâneos. Como vimos, eles podem ser amenizados e tendem a desaparecer quando o organismo se ajusta.

Se você mudou de altitude e ficou com uma pressão no ouvido persistente, ou algum grau de perda auditiva é interessante procurar uma avaliação com otorrino para checar se não houve algum dano ao canal auditivo.

Caso ainda tenha alguma dúvida, deixe um comentário, teremos prazer em ajudar você.

2 Comentários

  1. Jose Augusto Vaz Neto

    Qual o preço dos modelos dos seus aparelhos e o endereço em Niterói.

    • Celular - (21) 99731-4950
    • Cidade - Niteroi
    Responder
    • Comunicare

      Prezado Sr. José, boa tarde! Tudo bem com o senhor?
      Aqui na Comunicare, trabalhamos com duas marcas premium Signia e Widex.

      Nossa equipe entrará em contato com o senhor para esclarecer algumas dúvidas e para passar todas as informações.

      Ficamos à sua disposição.
      Atenciosamente, equipe Comunicare

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

M

Onde você está?

Dessa forma você terá acesso aos produtos e serviços da sua região.

M

Localizando...

Unidade mais próxima

Agendar Teste Gratuito