relações sociais

Confira a grande importância das relações sociais na terceira idade

As relações sociais são importantes em qualquer época da vida. No entanto, na terceira idade, essa relação pode influenciar diretamente no estado mental e físico do idoso, ajudando a evitar os efeitos negativos na capacidade cognitiva. Muitas pessoas experimentam a depressão e a solidão na velhice.

Isso pode ser consequência de uma vida isolada ou devido à falta de laços familiares próximos, o que resulta na incapacidade de participar de algumas atividades em grupo. Por isso, é fundamental que o idoso mantenha a interação não apenas com a família, mas também com vizinhos e amigos, evitando a possibilidade de adoecimento psíquico e físico.

Neste post, apresentaremos a importância das relações sociais na terceira idade. Confira!

Melhora da saúde mental

Envelhecer está associado ao aparecimento de algumas doenças neurodegenerativas, como Parkinson e Alzheimer. Logo, os idosos precisam prestar atenção à saúde neurológica, já que ficar em casa sem ter nenhuma atividade pode aumentar os riscos de desenvolver esses distúrbios.

Por essa razão que a vida social na terceira idade é essencial. Assim, eles podem participar de determinadas atividades em conjunto que melhoram a atenção, a memória e os aspectos cognitivos. Alguns jogos, como baralho, xadrez, dama e dominó, ajudam a estimular o funcionamento das áreas do cérebro que se atrofiam durante o processo de envelhecimento.

Prevenção da depressão

Em muitas situações, o desânimo pode surgir, principalmente para as pessoas que moram sozinhas. Assim, elas podem se sentir para baixo, apresentando sintomas depressivos, devido à ausência das relações sociais.

Powered by Rock Convert

Logo, é muito importante sair e ir a praças, clubes ou parques para encontrar amigos e familiares. Quando os idosos participam de algum grupo de convivência, eles se sentem mais motivados a fazerem parte de várias atividades de lazer, o que pode evitar o surgimento da depressão, além de garantir um estado de bem-estar e plenitude.

Evitamento do sedentarismo

Manter as relações sociais é um dos fatores que podem estimular os idosos a aderirem às atividades físicas. Isso acontece porque eles passam a conhecer novas pessoas e sentem-se acolhidos no grupo, o que aumenta o prazer e o ânimo por esses exercícios.

A prática regular de atividades físicas é essencial nessa fase, pois é possível evitar o sedentarismo, aumentar a resistência a doenças e atenuar o processo de envelhecimento. Com isso, as pessoas que são ativas apresentam um bem-estar físico maior, proporcionado pela melhora no condicionamento, na força muscular, na mobilidade e na flexibilidade.

Garantia de bem-estar

A relação social é importante para evitar que os idosos se sintam sozinhos. Isso porque eles podem perder o prazer e o interesse por atividades que, antes, eram agradáveis. Entretanto, quando o convívio social é mantido, a pessoa se sente mais disposta e feliz, além de aumentar a autoestima e contribuir para o bem-estar e para uma vida de qualidade.

Como vimos, as relações sociais na terceira idade são muito importantes para a vida do idoso, pois auxiliam na melhora da saúde mental, previnem a depressão, evitam o sedentarismo, entre outras vantagens. Por isso, o apoio da família é essencial nessa fase para que a pessoa possa se sentir acolhida e especial.

Gostou deste post e quer complementar a sua leitura? Então, conheça 5 formas de ter qualidade de vida na melhor idade!

Sem comentários
Publicar um comentário
Name
E-mail
Website