FALTAM R$ 199 PARA O FRETE GRÁTIS
dor de ouvido em idoso

Se você cuida de seus pais, que já estão idosos, certamente, quer ajudá-los a ter uma boa qualidade de vida, o que envolve lidar, de forma correta, com os problemas decorrentes da idade avançada. Por isso, é importante entender quais são as causas da dor de ouvido em idosos.

A dor de ouvido pode estar associada às sensações de pressão, queimor ou pontadas, além de vermelhidão, coceira e secreção no ouvido. Também chamada de otalgia, a dor de ouvido pode ter relação com o sistema auditivo, em si, ou ser desencadeada por outros problemas no organismo.

Por isso, para conhecer as principais causas da dor de ouvido em idosos e, principalmente, para saber como lidar com elas, leia este artigo com bastante atenção!

1. Infecção

As infecções no ouvido podem estar relacionadas com infecções em outras partes do corpo. Elas ocorrem, por exemplo, durante ou logo após gripes, resfriados, infecções respiratórias ou na garganta devido à passagem de micro-organismos aéreas para a orelha.

Também chamadas de otites, tais infecções devem ser tratadas o quanto antes, tendo em vista, principalmente, as dores que causam. Além disso, o inchaço e secreção resultante da inflamação costumam impedir a passagem dos sons, o que causa a sensação de ouvido entupido e a redução da audição.

Uma forma de prevenir infecções é mantendo uma boa imunidade, cuidando do corpo como um todo. Isso inclui, entre outras coisas, ter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e evitar o fumo e o estresse.

Quando a pessoa tem um sistema imunológico enfraquecido, a otite é ainda mais perigosa, o que requer uma ação rápida. Por isso, se um familiar idoso estiver nessa situação, ele deve ser levado o quanto antes a um médico especialista.

2. Excesso ou falta de cera

cera desempenha um papel muito importante no ouvido, lubrificando-o e protegendo-o de micro-organismos prejudiciais e também de poluentes. Por isso, a falta dessa substância pode tornar o órgão vulnerável a ameaças que causam doenças, que, por sua vez, costumam causar dores.

Entretanto, a cera deve estar presente em uma quantidade adequada, visto que tanto o excesso quanto a falta dela podem fazer mal ao ouvido. Uma quantidade exagerada, por exemplo, pode obstruir o canal auditivo, impedir a passagem adequada do som e também resultar em aumento da pressão no local, o que causa dor.

Para evitar uma produção de cera além do normal, é importante tomar alguns cuidados durante a higienização do ouvido, evitando, por exemplo, limpar a cera de modo excessivo, já que isso faz o corpo entender que é preciso aumentar a produção.

Uma boa prática é evitar o uso de hastes flexíveis, que, além de limparem o ouvido em excesso, também podem ferir o órgão. Você pode usar uma toalha ou o próprio dedo para limpar o pavilhão auditivo, que é a parte externa do ouvido.

3. Lesões

As hastes flexíveis se propõem a ajudar na higiene dos ouvidos, mas têm o potencial de causar lesões, como por exemplo, a perfuração do tímpano, o que resulta em dores. Caso isso ocorra, é importante procurar um médico otorrinolaringologista.

O ideal é não deixar que a situação chegue a esse ponto. Para isso, a melhor maneira de prevenir é evitando inserir qualquer objeto no ouvido, inclusive hastes flexíveis.

4. Problemas respiratórios

A sinusite é causada pelo excesso de muco nas cavidades nasais, regiões que se situam acima e abaixo dos olhos. A substância desempenha um papel importante no organismo, ajudando a proteger o pulmão e as vias aéreas da desidratação e de ameaças químicas e biológicas, além de oferecer lubrificação.

Acontece que, em excesso, o muco pode preencher os seios nasais, causando inflamação. Visto que, os diversos sistemas da região da cabeça estão interligados, a sinusite não tratada acaba por afetar o sistema auditivo também, causando otite.

Algo parecido ocorre na presença de outros problemas relacionados com as vias aéreas, como gripe e rinite. Afinal, elas também provocam um aumento na produção de muco.

Ao enfrentar essa situação, a orientação é procurar um médico otorrinolaringologista, que, além de realizar uma avaliação detalhada, recomendará um tratamento para a sinusite.

Em relação aos cuidados para evitar complicações respiratórias, o ideal é manter bons hábitos para garantir uma boa imunidade. Além dos fatores que já mencionamos, como manter uma boa alimentação e evitar o estresse, é importante evitar outras situações que podem causar resfriados.

Por exemplo, sabia que choques térmicos diminuem a resistência do organismo? A variação repentina na temperatura pode ocorrer, por exemplo, quando a pessoa sai do banho sem proteger o corpo do vento ou do frio. Algo parecido acontece ao retirar os calçados e apoiar os pés diretamente em um chão gelado.

5. Problemas na mandíbula

Já ouviu falar da ATM? Trata-se da articulação temporomandibular, responsável por conectar a mandíbula ao osso que fica na região da têmpora. Acontece que, quando a ATM sofre artrite, essa situação provoca dores de cabeça e dificuldades na mastigação, além de prejudicar o sistema auditivo, causando entupimento ou dores nos ouvidos.

Nesse caso, além de procurar um otorrinolaringologista para tratar o ouvido, é essencial contar com o acompanhamento de um dentista também, visando eliminar a causa do problema.

6. Acúmulo de água

A água pode entrar no ouvido de qualquer pessoa, independentemente da idade. Assim, alguns momentos na praia ou no clube podem acabar resultando em um ouvido entupido por causa do acúmulo de água.

Para lidar com esse incômodo, basta se deitar com a orelha voltada para baixo, de forma que a água saia naturalmente, com a ajuda da gravidade. Entretanto, se o entupimento persistir por dois dias, é importante consultar um médico otorrinolaringologista para que ele avalie a situação.

Como você pôde perceber, a dor de ouvido em idosos pode ter diversas causas e é importante tê-las em mente a fim de evitar o problema. Entretanto, apesar de todos os cuidados, o incômodo pode surgir e, nesse caso, é necessário tratar a questão o quanto antes para que o quadro não se agrave.

O nosso post foi útil? Na época da velhice, não são só as dores que aparecem. Aproveite para ler nosso outro conteúdo e informar-se também a respeito da perda auditiva na terceira idade.

17 Comentários

  1. Edivania nunes da silva

    Muito bom o conteúdo adoro libras

    Responder
  2. Sandra

    Meu pai está literalmente ficando louco por causa de barulhos dentro do ouvido. Já passou no Neuro e no Otorrinolaringologista do Sus e elestou simplesmente dizem que o meu pai não tem.nada. Não sabemos mais o que fazer. Em casa estamos todos triste com a situação. Não temos dinheiro para buscar bons médicos e estamos assistindo de camarote ficar louco. Ele já chorou, já deu vários tapas na cabeça…Não dorme já faz muito tempo. Vive apenas cochilando. Dormir de verdade nunca mais. Estou vendo ele se entristecer a cada dia até entrar em depressão, se já não está e dar um fim na vida.
    Estamos todos doente e tristes.
    Nos sentimos até mal em dormir e deixar ele acordado com essa perturbação na cabeça.
    Deus nos ajuda. Cura o meu pai!!!!!

    Responder
    • Comunicare

      Prezada Sra. Sandra, tudo bem? A Comunicare é Centro de Referência no Tratamento do Zumbido. Queremos ajudar o seu pai! Ligue para a gente no 4007.2366 ou nos responda com os seus dados (telefone ou e-mail) que nós entramos em contato com a Sra. Aguardamos o seu retorno! Att, equipe Comunicare Aparelhos Auditivos

      Responder
      • Ismael Tavares richa

        Eu também tenho zumbido. A única coisa que eu faço é continuar fazendo o que eu tenho de fazer. Assim vou esquecendo do barulho. Procure ler estudar refletir meditar trabalhar em favor dos outros que vai amenizando o problema do seu pai. E que Deus nos ajude.

        Responder
        • Comunicare

          Prezado Sr. Ismael, boa tarde! Tudo bem com você?
          Muito obrigado pelo envio da sua mensagem.

          Aproveitamos a oportunidade do seu contato conosco, para lhe contar que o Zumbido tem tratamento. A Comunicare é Centro de Referência no Tratamento do Zumbido e nossos fonoaudiólogos poderão esclarecer suas dúvidas a respeito desse. Converse com a nossa equipe de atendimento para saber mais.

          O senhor pode entrar em contato conosco ligando gratuitamente: 0800.001.4050 📞

          Ou também, preenchendo o formulário de contato no nosso site, desta forma, a nossa equipe entra em contato com o senhor. Acesse: queroouvirbem.com.br/contato

          Ficamos no seu aguardo.
          Att, equipe Comunicare

          Responder
  3. Mayra Leão

    Graças a Deus ainda existem pessoas boas.. Deus retribua em triplo toda boa ação!

    Responder
    • Comunicare

      Prezada Sra. Mayra. Obrigado pela sua mensagem. Ficamos felizes que a senhora tenha gostado da publicação sobre 6 Causas da dor de ouvido em idoso.

      Abraço, equipe Comunicare.

      Responder
    • Comunicare

      Olá Nathalia, boa tarde! Tudo bem com você? Ficamos muito felizes que você tenha gostado do texto. Fique à vontade para nos sugerir, como feito, a leitura. Tenha uma ótima semana!

      Abraço, equipe Comunicare

      Responder
  4. Cristiane

    Estou com uma dor em baixo do pescoço na quelas bolinhas abaixo do pescoço , além do meu ouvido está doendo um pouco n consigo fica em paz um minuto …. Tenho um bebê de 2 meses n consigo cuida dele choro todos os dias , a cabeça dói sempre ….

    Responder
    • Comunicare

      Prezada Cristiane, boa noite! Tudo bem com você? Esperamos que sim.
      Obrigado pelo envio da sua mensagem.

      Recomendamos que você procure um médico otorrinolaringologista para que seja investigado as possíveis causas desse incomodo no seu ouvido, e a partir dessa avaliação ele poderá melhor lhe orientar.

      Ficamos à disposição, Cristiane.
      Atenciosamente, equipe Comunicare

      Responder
  5. Keilane alves

    Minha mãe está com uma dor de ouvido crônica, já foi em vários médicos mais nenhum resolvi ,ela não dormi mais ,senti muita dor, dor de cabeça tbm ,não sabemos mais oque fazer

    Responder
    • Comunicare

      Prezada Sra. Keilane. Obrigado pelo seu contato.

      A Comunicare Aparelhos Auditivos realiza a reabilitação auditiva. Nos destacamos no atendimento de excelência e produtos inovadores, como aparelhos auditivos e acessórios. No caso de sua mãe, de acordo com o seu relato, o recomendável é ser feita uma avaliação auditiva com um médico otorrinolaringologista para a prescrição correta do diagnóstico.

      Caso precise de orientações, a senhora pode entrar em contato conosco.
      Você pode nos ligar gratuitamente: 0800.001.4050 📞

      Ou também, preenchendo o formulário de contato no nosso site, desta forma, a nossa equipe entra em contato você. Acesse: queroouvirbem.com.br/contato

      Ficamos à disposição.
      Att, equipe Comunicare

      Responder
  6. Fatima Monteiro

    Meu pai teve uma infecção no ouvido, melhorou a inflação mais a dor continua os exames deu que ele tem liquido no osso e perfurou o timpano, o médico não recomenda operar ele sente dor o que fazer por favor.

    Responder
    • Blog Autor

      Oi, tudo bem?
      Infelizmente não temos como dar uma opinião sobre isso, para solucionar o seu problema, acreditamos que a melhor escolha seria buscar por um otorrinolaringologista para te auxiliar.

      Responder
  7. Maria da Conceição Oliveira Sousa

    Boa tarde, Obrigado pela ajuda….. minha mãe é portadora de Alzheimer 4 anos acamada, agora inflama constantemente um ouvido tem um odor ruim já fez varias consulta usa os medicamento direito fica tudo bem mas com o passar dos dias volta tudo de novo,não sei mais o que fazer por favor podem nos ajudar….Obrigado.

    Responder
    • Blog Autor

      Oi!! Tudo bem?
      acreditamos que a melhor escolha seria buscar por um otorrinolaringologista para te auxiliar.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

M

Onde você está?

Dessa forma você terá acesso aos produtos e serviços da sua região.

M

Localizando...

Unidade mais próxima

Agendar Teste Gratuito
M

Informe seus dados para iniciar seu atendimento.