Perda Auditiva Súbita

A perda auditiva súbita ou surdez súbita, como o nome sugere, diz respeito a uma perda de audição que acontece de repente, em um ou nos dois ouvidos. Normalmente, quando ela se manifesta, as pessoas costumam ficar bastante preocupadas. Nesse caso, a reação normal da maioria é buscar por mais informações.

Pensando nisso, criamos este artigo para falar especialmente sobre a surdez súbita. A seguir você encontrará informações sobre o que é, quais são as principais causas, os tratamentos e as consequências de não tratá-la. Acompanhe!

O que é a surdez súbita?

A surdez súbita se refere a perda abrupta da audição sem ter uma causa estabelecida, isso pode acontecer com pessoas que ouviam perfeitamente e passam a não escutar; ou com pessoas que já tinham algum grau de perda auditiva, e de um momento para outro tiveram uma piora significativa da sua audição.

A perda súbita pode se manifestar em qualquer idade, entretanto é mais comum que pessoas com mais de 40 anos tenham maior probabilidade de serem acometidas com essa surdez.

Quais são as principais causas?

Causas da perda auditiva súbita

Embora existam muitos fatores que podem levar a perda súbita, há algumas causas que podem ser classificadas como as principais, uma vez que costumam acontecer com mais frequência. A seguir destacamos cada uma delas.

Uso de medicamentos

Uma das causas prováveis para perda súbita é o uso de determinados medicamentos. Ainda que haja o propósito de combater alguma doença, existem tipos de remédios que têm como efeito colateral a perda auditiva súbita, que pode se estender enquanto o fármaco estiver sendo utilizado.

Isso acontece, pois, esses medicamentos são ototóxicos. Isso quer dizer que o uso deles pode causar lesões nos ouvidos, resultando na perda auditiva. Um fator de risco nesses casos é a superdosagem.

Conheça a seguir alguns tipos de medicamentos com potencial elevado para causar a perda súbita: antibióticos, anti-inflamatórios, quimioterápicos, diuréticos e alguns remédios que combatem a febre e a dor, como a aspirina, por exemplo.

Doenças e infecções

Além dos medicamentos, as doenças virais, bacterianas, autoimunes, inflamações e infecções também podem ocasionar a surdez súbita. Confira a lista com as principais doenças:

  • Virais e bacterianas: gripe, caxumba, sarampo,,, etc.
  • Autoimune e infecciosas: Sífilis, doença de Lyme,etc.
  • Esclerose múltipla,,, derrame (AVE), dentre outras.

Atividade física intensa

Embora essa não seja uma causa muito conhecida, a atividade física pode ocasionar uma fístula entre a parte média e interna dos ouvidos. Como resultado podemos ter a perda auditiva súbita. Além disso, esportes praticados em ambientes que sofrem com alteração de pressão, também são suscetíveis a causar a surdez súbita.

Como tratar a surdez súbita?

perda auditiva súbita tratamentos

Os primeiros sintomas da surdez súbita são a redução repentina da audição, vertigens, zumbidos e sensação de ouvido tapado ou abafado. Quando alguma dessas situações acontecer é preciso acender a luz vermelha e se dirigir até a emergência para consultar com o otorrinolaringologista.

A propósito, a consulta tem como objetivo identificar o problema que está causando a perda de audição. É importante saber que a probabilidade de reverter a surdez súbita é maior quando a mesma é diagnosticada e tratada ainda nas primeiras 48 horas a partir do primeiro sintoma.

Com um diagnóstico apropriado o médico passará o tratamento adequado, que pode variar entre uso de medicamentos, intervenções para desobstrução do canal de audição ou uso de aparelhos auditivos.

Quais são as consequências de não tratar a surdez súbita?

A principal consequência de não tratar a surdez súbita é a diminuição das chances de voltar a ouvir normalmente, ou da forma que se ouvia antes de se perder repentinamente a audição. Juntamente a essa situação temos a piora na qualidade de vida e no bem-estar de quem sofre com o problema.

A surdez súbita pode acontecer por diferentes motivos. É preciso estar atento aos sinais para realizar uma consulta com um especialista assim que o primeiro sintoma for percebido. Dessa forma, a probabilidade de cura é mais elevada. Nos casos em que a perda auditiva se torna permanente é importante lembrar que é possível utilizar aparelhos auditivos para ter uma qualidade de vida adequada e não sofrer os efeitos da privação auditiva.

Se você está sofrendo com esse problema agende uma consulta agora mesmo com um fonoaudiólogo da Comunicare e receba um atendimento de excelência.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

M

Onde você está?

Dessa forma você terá acesso aos produtos e serviços da sua região.

M

Localizando...

Unidade mais próxima

Agendar Teste Gratuito